Como ajudar nossos Índigos e Cristais? (Défict de atenção e hiperatividade)

Alguns diagnósticos de transtorno de deficiência de atenção e hiperatividade estão baseados em um teste que só levam em conta os comportamentos, não reparam se existe alguma causa física e/ou emocional. Para lhe dar um exemplo, se a criança consome muito açúcar ou cafeína , se dorme mal ,se chama a atenção , se tem transtornos no sono e se vê mal , se não escuta corretamente ou simplismente se é uma criança malcriada ou mal-educada , pode mostrar os mesmos sintomas que os do “chamado” transtorno de deficiência de atenção e de hiperatividade. Normalmente , a maioria dessas crianças pode se concentrar em algo que lhes interessa, irá fazê-lo de uma maneira profunda e sem qualquer problema. Isso quer dizer que , quando não se concentram em tarefas que não lhes interessam , têm transtorno de deficiência de atênção? O que acontece quando só sofrem dessa “chamada” patologia em certos momentos, e esses momentos só acontecem quando algo não lhe interessa? Realmente existem tanto a hiperatividade como o défict de atenção , mas o que significam? Sintomas que nelas são a falta de canalização das energias.

Por este motivo , muitas crianças são medicadas principalmente com RITALINA , uma droga legal , mas que não deixa de ser um tipo de anfetamina. Em quase todos os colégios , atualmente , em quase todas as turmas há alguma criança erroneamente medicadas e alguns educadores já exigem em suas salas de aulas que mediquem as crianças , senão não serão aceitas. Como as crianças são “socialmente” incômodas , nós as anulamos. Olhe à sua volta e verá as consequências do que a heroína fez com as pessoas ,todas as “ínas” , olhe o que elas fazem com a sociedade. Com a RITALINA não é diferente, cria-se uma dependência na droga, e dessa forma , abrimos as portas para futuros consumos.
Acredita-se que é muito difícil ajudar nossas crianças, mas não é tanto assim. Por que, vejamos: elas aprendem por imitação e nós vivemos numa sociedade hiperativa e com transtorno de deficiência de atenção, vivemos a 200 quilômetros por hora , sem tempo para nada nem ninguém . As crianças só estão fazendo uma coisa : imitando-nos . Se nós transformarmos o nosso estilo de vida , as crianças também mudarão.

Propõe-se:

  • Dar-lhes tempo de qualidade e atenção, e não 10 horas sem atenção, mas meia hora com intenção e carinho.
  • Mudar a alimentação para uma que se adapte mais à  natureza de cada um e que seja o mais natural possível. Nós somos aquilo que comemos.
  • Utilizar FENG SHUI nas casas.
  • Vesti-las com cores suaves, as coras fortes dão mais energia.
  • Utilizar aromoterapia para as noites.
  • Em vez de lhes ler um conto , leia um mantra.
  • Respeitar seu espaço e seu tempo.
  • Levá-las até junto da natureza tão freqüentemente quanto for  possível.
  • Se tiver de lhes dar algum tipo de medicamento que seja homeopático.
  • Que seja a criança a escolher o colégio para o qual quer ir. Se tiver de passar muitas horas ali, ela saberá se gosta ou não.
  • Os sistemas pedagógicos mais adequados são os Freinet, Montessori e Warldorf.
  • Trate sua criança como o seu melhor amigo , pois com os amigos temos limites , com a família não.

PERGUNTAS AO DR. JOSÉ FERNANDO DÍAZ , MÉDICO HOMEOPATA

1 ) Do ponto de vista médico, o que se observa de diferente ou novo nas crianças da nova geração?

Nas consultas médicas , observo as crianças das novas gerações como crianças muito mais sensíveis na parte emocional , muito intuitivas , adiantadas no seu desenvolvimento psíquico e na sua aprendizagem , que , em geral , respondem mal a tratamentos químicos. São mais acentuados os efeitos colaterais desses medicamentos e , ao contrário , respondem muito bem à homeopatia porque tratamos a doença como um todo na causa (emocional) e efeito (sintomas físicos ). A medicina floral também ajuda a prevenir muitas doenças e a resolver os conflitos emocionais.

2 ) Existem investigações e explicações sobre como interagem as crianças?

Cada dia se fala com mais força da interação daquilo a que se chama sistema psiconeuro-endócrino-imunológico , ou seja , que a imunidade vem a consequência do psíquico-emocional. Como diz Deepak Chopra , quando uma pessoa está triste , por exemplo , todas as suas células estão tristes e trabalham mal , em virtude de suas células de defesa estarem deprimidas, essa pessoa se torna mais propensa a infecções ou doenças . Para isso, recomendo um livro chamado Cura Quântica , de Deepak Chopra. Sob outro aspecto, sabe-se que o hemisfério direito é o que controla o que chamaríamos de intuição – coração , e o esquerdo a nteligência – razão, sem dúvida , as crianças da nova geração utilizarão cada vez mais o hemisfério direito.

3 ) Meu filho dorme muito pouco . O que devo fazer? Não deixa a família descansar.

Pode ser o caso de uma criança inquieta ou hipercinética , em quem funciona muito bem a essência de verbana do sistema floral de Bach.

4 ) Como se pode diferenciar uma criança índigo de uma criança com défict de atenção e/ou hiperatividade?

Às vezes é difícil diferenciar esses dois aspectos, visto que um paciente com défict de atenção pode ser inquieto ou não , mas o primeiro implica em um problema de concentração , a criança não consegue se concentrar em uma atividade e qualquer coisa a distrai. Uma criança comum é inquieta , o incomum é se comportar como um “furacão” que enlouquece os pais ou que , durante uma consulta médica, não consiga permanecer quieta um só instante, põe em desordem todo o consultório do terapaeuta, etc. Geralmente essas crianças não comem pela sua inquietude , e não dormem. De novo recomendo as essências de Bach, clematide para o distraído e verbana para o inquieto .

5 ) Algumas crianças (como podem ser alguns de tedência CRISTAL ) sofrem alergias e problemas das vias respiratórias. O que o senhor recomenda a esse respeito?

Dizem os que estudam a origem psicodinâmica das enfermidades , que toda doença é de origem emocional. No caso das alergias , a medicina covencional pergunta a que é alérgico o paciente (frio,calor,pólen,pó,animais,etc.) Por outro lado , na medicina alternativa deve-se averiguar a quem ou a que situação alérgica a criança ( a um professor , um colega , um conflito entre os pais,etc.), visto que as alergias sempre expressam uma rejeição de algo, um espirro, por exemplo , pode querer dizer : “Não se aproxime de mim que eu lhe contagio”

6 ) A que espécie de medicina respondem melhor em geral?

Para a criança hipercinética (irriquietas) a medicina convencional costuma receitar altas doses de cafeína e , se isso não funciona, usam anfetaminas, drogas perigosas para o crescimento das crianças e cujos efeitos colaterais podem ser dramáticos a longo prazo. Só suprimem o sintoma enquanto a criança as consome , mas não soluciona o conflito. No meu campo de trabalho, recomendo a homeopatia unicista e a medicina floral, no qual vejo bons resultados. Também sabemos que existem outras terapias , como , por exemplo , a musico terapia , a dança , a arte- terapia , estas ajudam bastante , além das meditações em movimento como : o tai chi , o ioga e as artes marciais.

7 ) Em geral , o que o senhor recomenda para as crianças?

Tudo isso para as crianças e para os pais também. Deve-se recordar que toda criança , seja ÍNDIGO ou não, é uma ALMA VELHA em um corpo novo ,motivo pelo qual deve receber um tratamento igualmente respeitoso como se fosse adulto ; colocá-la à altura de nós, por exemplo , sentá-la à mesa para que , ao falar com ela , fique em igualdade, etc. Os que pensam que as crianças compreendem tudo têm toda razão.

8 ) Algumas recomendações para os pais?

Uma terapia que tenha êxito deve ser administrada a toda a família, em especial à mãe, visto que dizem que a criança comparte a energia da mãe e é o seu reflexo energético , motivo pelo qual tratar as crianças sem tratar os pais seja um absurdo. Isso me faz recordar um psiquiatra amigo de meu pai a quem perguntaram se poderiam levar-lhe à consulta uma criança “problema” ; ao que respondeu: “Não me tragam a criança , tragam-me seus pais”. No instituto em que estudei homeopatia , tínhamos uma grande professora que , quando era visitada por uma mãe com seu filho doente, seja mental ou fisicamente, durante a consulta trocava uma conversa com a mãe e, de uma forma dissimulada , observa-lhe os sintomas mentais. No final da consulta, pedia à mãe autorização para medicá-la . Receitava-lhe a medicação e , à criança um placebo. Nas consultas de controle, quase sempre vemos que a criança se cura apenas com a medicação da mãe. Isso , dizia a minha professora , aplica-se a crianças com menos de 9 aos de idade em geral.

Anúncios

7 comentários em “Como ajudar nossos Índigos e Cristais? (Défict de atenção e hiperatividade)

  1. Oie achei interessante essa postagem sua…não conhecia essa teoria que explica a hiperatividade ou deficiência de atenção das crianças. Pode me passar textos, artigos,matérias de jornas e/ou revistas a respeito do tema!

    Abç Juliana

    • Juliana acesse o site da sociedade brasileira de DDA, tenho o defict de atenção e descobri isso depois de “velha” aos 28 anos…. se meus pais tivessem descoberto isso qdo criança teriam evitado mtas “memorias” ruins para minha vida, hoje faço terapia fiz Arita e sou do Pro vIda e entendi mtas coisas e me aceito, do jeito que eu sou.
      Tem um livro mto bom que se chama Mentes Inquietas, que esclarece muito tb.

      Se vc tiver alguma criança na sua familia com esse transtorno saiba 1º não é uma doença e como se o cerebro dela fosse canhoto, de mto amor a essa criança e mostre seus erros conversando nunca cobrando ou fazendo com que ela se sinta inferior as demais crianças, pq ela não é. E outra coisa mto importante crianças DDA geralmente tem o Q.I acima da media.
      Espero te-la ajudado.

      Abraços

  2. Tudo indica e fica berm claro e patente que a sexta sub-raça da Quinta Raça Raiz (Aria) já está comçando rapidamente a existir com maior vigor na Austrália e na América, com membros isolados nos países mais velhos. Muitos mortos na guerra recente já renasceram, se bem que até agora, não haja indicação alguma de que estão deixando seus países anteriores para fixar-se em terras mais novas. Os da nova Sub-Raça que permanecem nos países de origem terão provavelmente maiores dificuldades para enfrentar, por causa da pressão de velhas idéias e costumes conservadores.
    No trabalho com essas crianças podemos observar como o seu comportamento é interessante.”
    “NA SENDA DO SABER ENCONTRARÁS A VERDADE”

  3. Meu filho, está indo para o caminho da homeopatia, pois tem muitas das característica das crianças Índigos e Cristais.
    O fato é a psicóloga indicou um psiquiatra pois, “parece” que tem um (Espéctro de Altismo).
    Se alguém puder me ajudar eu agradeço pois não desejo, de forma alguma, interromper a sua evolução e seu destinos.
    Por gentileza, Sou de São Paulo e se puderem me ajudar eu agradeço.
    um forte abraço

    Maristela

  4. olá, minha filha Barbara é uma criança cristal.
    mais tá difícil lidar com ela,porque tá sentindo medo,quase não dorme e não consegue prestar atenção as aulas de exatas.
    com esse histórico ,algumas vezes se cortou e não queria mais viver.
    semana passada fizemos meditação ,ela pela primeira vez descreveu a paisagem e os indios norte-americanos.ela disse que foi uma esperiencia incrível!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s