ENERGIAS E MAIS ENERGIAS …

por Carla Costa

“Nada está parado; tudo se move; tudo vibra.”

(O Caibalion)

Este Princípio Hermético mostra a realidade subjacente a todas as coisas: Tudo é energia, tudo vibra, se movimenta. Nada na natureza, desde as partículas elementares, os seres vivos, a luz, até as galáxias, se furtam a este fato. O Caibalion nos diz que o Todo vibra com tamanha intensidade, possui um grau de vibração tão infinito de rapidez que parece estar parado.

Da mesma forma, nossos pensamentos, sentimentos e emoções são energias. O amor e o ódio são energias. O medo, a compaixão, a tristeza, também. O que diferencia fundamentalmente um tipo de energia de outro é a sua vibração, ou seja, a sua freqüência.

No excelente livro “O Universo Elegante”, o físico Brian Greene descreve a idéia revolucionária da Teoria das Supercordas, que diz que as partículas que compõem o Universo são feitas de pequenas fibras vibrantes de energia com a forma de cordas (strings), ingredientes ainda menores do que os quarks, partículas microscópicas que formam prótons e nêutrons. Em determinado trecho, ele afirma:

“Assim como diferentes padrões vibracionais ou freqüências duma única corda de violoncelo criam o que ouvimos como diferentes notas musicais, as diferentes formas como as cordas vibram dão às partículas as suas propriedades únicas, como a massa e a carga. Por exemplo, a única diferença entre as partículas que constituem vocês e eu e as partículas que transmitem gravidade e as outras forças, é apenas a forma como estas pequenas cordas vibram. Composto de um enorme número destas oscilantes cordas, o Universo pode ser pensado como uma grande sinfonia cósmica.”

Ainda segundo a Teoria do Quantum, de Max Planck (1858-1947), os corpos trocam energia na forma de pacotes discretos, aos quais ele dá o nome de “quanta”. Sua hipótese afirmava que a energia só é irradiada em quanta, cuja energia é hu, onde u é a freqüência da radiação e h é o “quanta de ação”, fórmula agora conhecida como constante de Planck.

Planck recebeu por esse trabalho o prêmio Nobel de Física, em 1918. Pela relação de Planck, E = hu, verificamos que energia e freqüência são diretamente proporcionais, ou seja, quanto maior a freqüência (vibração) do corpo, maior a energia irradiada e quanto menor a freqüência vibratória do corpo, menor a energia irradiada pelo mesmo.

De posse destas informações trazidas pela ciência moderna e fazendo uma ponte com alguns ensinamentos espirituais milenares, compreendemos que quanto mais alta a freqüência vibratória que mantemos, melhor e maior serão as trocas energéticas em nós e através de nós. O que pensamos, sentimos, falamos ou fazemos repercute vibratoriamente por todo o Cosmos. Como tudo está conectado, também podemos receber as energias provenientes de outras mentes e seres.

Um livro que nos fornece uma visão importante sobre este aspecto é “A Profecia Celestina”, de James Redfield. A Terceira Visão, exposta no livro, “nos passa a idéia de que tudo é energia e nós somos co-criadores, mediante nossos pensamentos, dessa energia. Ensina que, ao admirarmos a beleza, seja na natureza ou pessoas, ao nos esforçamos para ver o belo em tudo, elevamos nossa energia, como se a consciência da energia a fizesse aumentar.”1

“Tudo o que você percebe tem uma vibração relativa dentro de você. Quem é rápido em ver e julgar o mal em outras pessoas, tem a semente do mal dentro de si mesmo. O buscador de Deus, com o seu puro e alto tom vibracional, está sempre atento à fagulha divina em tudo aquilo que entra em contato, e a vibração de sua alma magnética gera uma maior intensidade vibracional àqueles que estão ao alcance do seu campo de vibração”

– Paramahansa Yogananda –

Mas, nesta constante troca energética, entra um outro princípio muito importante: da mesma forma que um rádio capta as ondas relativas à estação na qual se encontra sintonizado, reproduzindo sua programação específica, nossas mentes, como antenas psíquicas que somos, captarão as energias próprias as quais estivermos sintonizadas. Este Princípio se chama Ressonância Vibratória. Na Física, Ressonância é o fenômeno que ocorre quando um sistema oscilante (mecânico, elétrico, acústico, etc.) é excitado por agente externo periódico, com freqüência idêntica à freqüência do receptor. Em analogia, podemos dizer que seremos sensibilizados sempre pelas energias afins às nossas próprias. Se queremos receber amor, deveremos estar sintonizados na freqüência do amor, se queremos paz, deveremos estar sintonizados na freqüência da paz, e assim por diante. Não foi à toa que São Francisco de Assis rogava em sua oração:

“Mestre, fazei com que eu procure mais consolar do que ser consolado, compreender do que ser compreendido, amar do que ser amado, pois é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado …”

Ao praticar efetivamente aquilo que desejamos para nós, estamos nos colocando receptivos para as energias similares. Mais do que uma Lei da Física, é Lei do Cosmos, a chamada Lei de Ação e Reação.

Como se percebe, esta idéia não é nova. Se o homem tivesse a consciência de que recebe sempre em conformidade com suas obras, não sofreria tanto, pois buscaria errar menos. O caminho seguro que nos levará para a paz interior, nos harmonizando energeticamente com tudo e com o Todo é o descrito na chamada Regra Áurea: “Faça aos outros aquilo que gostaria que lhe fizessem”. Este caminho foi ensinado e exemplificado por Jesus, Buda, Krishna, Maomé e muitos outros profetas, cada um ao seu modo, mas com a mesma essência.

Tenhamos sempre em mente de que “Não tecemos a teia da vida, mas somos mera parte dela. Tudo o que fizermos a esta teia, estaremos fazendo a nós próprios.” (Cacique Seattle)

Anúncios

Um comentário em “ENERGIAS E MAIS ENERGIAS …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s