Adultos índigos

Os adultos índigo sentem e leem o campo energético das pessoas, eles são naturalmente leitores de manifestações energéticas. Estes adultos querem mais do que tudo aprender a equilibrar sua energia, assumir sua missão e dons, aprender a como se desenvolver e evoluir, ajudando os que seguem nascendo, as crianças e jovens. A frequência índigo está disponível a todos os seres humanos e pode ser acessada na medida em que nossa consciência vai se expandindo mais e mais. Quanto mais conscientes, mais aptos nós nos tornamos a perceber e acessar outros diferentes tipos de realidades, que antes nem imaginávamos existir.

Na medida em que mais e mais seres humanos índigos existam e convivam entre si, mais rápido se dará nossa evolução, nosso processo de ampliação da consciência. Com esta convivência estaremos nos aproximando cada vez mais da quarta e quinta dimensões, já que a Terra é originalmente um planeta da terceira dimensão, devido às consciências predominantes.

Abaixo, cito algumas características de adultos índigos para uma melhor compreensão da temática:

  • São muito inteligentes, apesar de não terem tido as melhores notas na escola.
  • Tinham aversão ou detestavam grande parte dos trabalhos repetitivos e obrigatórios da escola.
  • Muitos experimentaram depressão existencial bem cedo e sentimentos de impotência ao decorrer de sua infância e adolescência.
  • Tem dificuldade com empregos supervisionados, os adultos índigos resistem à autoridade e ao sistema hierárquico de trabalho.
  • Tem problemas com sistemas que consideram falidos ou ineficazes, exemplo: sistema financeiro, político, médico, educacional.
  • Frustração ou rejeição do tradicional “sonho” de carreira, casamento, filhos.
  • Um ardente desejo de fazer algo para mudar ou melhorar o mundo, porém demorar até reconhecer qual é a sua vocação para realizar este desejo.
  • Desde muito novos tem interesses por assuntos espirituais e esotéricos.
  • Possuem forte intuição.
  • Tiveram experiências com psíquicas, tais como premonições, ouvir e ver pessoas desencarnadas, experiências fora do corpo, etc.

. Os índigos que hoje são adultos, especialmente aqueles que têm idade acima dos trinta anos, chegaram ao planeta em uma época em que ainda havia poucos índigos por aqui e, portanto, a energia era mais densa; os paradigmas eram outros e a consciência era ainda mais limitada. Os padrões eram mais rígidos e as mentes dos pais, professores e governantes era muito mais limitadas que hoje em dia.

Estes adultos índigo encarnaram na Terra em uma época em que a vida e a realidade eram  totalmente enquadradas em alguns padrões socialmente aceitos e tudo o que não fosse enquadrado nestes padrões era tido como inexistente.

Quando crianças eram extremamente sensíveis, sensibilidade que lhes causaram enormes dificuldades para adaptação. Eram crianças cuja essência apontava na direção de uma vida espiritual, uma vida guiada por valores mais elevados. Imagine o quão difícil é encarnar em uma época e em um contexto tão contrário à manifestação de seus dons.

A missão destes seres na Terra está voltada para a produção de mudança, para a revisão de valores e paradigmas por onde passarem. Para sua missão se concretizar é preciso deixar velhos hábitos e pensamentos para que novos paradigmas possam ser estabelecidos, assim a unidade e o amor encontrarão espaço para se manifestar.

No processo de desenvolvimento os adultos índigo presenciaram um choque significativo entre as energias mais sutis e as mais densas, oriundas principalmente de seu universo familiar e do seu entorno. Poucas famílias estavam espiritualizadas suficientemente para recebê-los e compreendê-los. Estas atitudes causaram-lhes grandes dificuldades de adaptação por onde quer que fossem. Seus dons não eram aceitos em suas famílias e muitos se desviaram do caminho espiritual por não ter tido a devida aceitação por seus pais e amigos à sua volta.

Eles foram chamados de hiperativos, loucos, bipolares, esquizofrênicos e muitos foram excessivamente medicados esquecendo-se de sua verdadeira essência.

Os índigos que compreendem sua missão sabem da importância de sua vinda a Terra, eles mantém a possibilidade de que a Terra continuará a evoluir. Tudo o que não serve à humanidade se desvanecerá com sua presença. Eles encarnaram para ajudar na transformação social, educacional, familiar e espiritual de todo o planeta, independente das fronteiras e de classes sociais. São como catalisadores para desencadear as reações necessárias para as transformações.

Os índigos não começaram a chegar a Terra somente nas últimas gerações; o que acontece é que o seu número está aumentando cada vez mais para auxiliar no aumento vibracional da Terra, eles já são tantos que, finalmente, não podemos ignorá-los.

Anúncios

70 comentários em “Adultos índigos

    • Gostei de ler, pelo motivo de saber que dá força para seguirmos em frente, fazendo a nossa parte e confiante na providência divina, que dias melhores virão…

    • Boa tarde Roberto. Envio esta resposta apenas para chamar atenção a uma coisa. Não sei que idade tem o seu filho mas, nesta altura já não existem apenas crianças indígo entre nós mas sim crianças cristal e ainda crianças diamante. Estas vêm para ajudar a humanidade neste processo de transformação e são seres muito especiais com uma sensibilidade enorme e, sendo diamantes, uma outra característica que têm é que não trazem Karma para resolver. São seres que trazem a Luz com eles e, por exemplo, quando entram numa sala esta fica cheia dessa Luz. São seres que não guardam rancores, desconhecem o que é o ódio ou raiva e sentem profundamente a dor dos outros como se fosse sua… além de outras características próprias. As índigo não vêm “livres” de karma nem têm a capacidade de transmutar energias como as diamante, embora também o façam mas não à mesma “escala”. Um abraço.

  1. Pois então, eu também sempre tive a nítida sensação de ter encarnado em família e, época totalmente contrária aos meus ideais,Difícil hein ? Felizmente ,sempre apareceram meus guardiões, para me socorrer,caso contrário nem estaria aqui para ler e contar essa história.

  2. Vim parar a esta página porque um orientador espiritual me disse que era indigo. Nasci em 86, e auto-retrato-me em tudo o que li. Aliás, uma pessoa importante na minha vida por várias vezes me chamava de bipolar.

  3. Me ajudem olha não tenho muitos amigos não sei oq é índigo
    Eu sei que tenho essa missao :proteger a todos
    Sou muito inteligente
    Tenho uma grande resistência ,força, agilidade,reflexo.
    Bom sinto como se uma parte de mim não é daqui e que eu tenho que ensinar e proteger todos
    Queria ter amigos me sinto sozinho
    Isso é chato mas algo me diz que ainda devo proteger todos

      • ola willian , me passa seu facebook para eu lê ajudar , entendo o que você está passando e posso lê dar algumas informações para você conseguir se achar !

    • Frustração, confusão mental é o que todos temos. Ter medo por não ter amigos e se sentir sozinho, isso até os q tem sentem. Todos nos sentimos cansados por não ter quem nos entenda, mas digo, ninguém vai te entender só vc mesmo. Mesmo que digam que somos todos um só, vc sempre será único, uma única mente. Feche os olhos e veja no seu subconsciente, quem além de vc está ai! Vc ver seus amigos, parentes ou qualquer outra pessoa! Não, o que vc ver são só imagens, não quero dizer que amar as pessoas não seja importante, isso eu não quero mesmo dizer. O humano se sente tão só que procura qualquer coisa para se sentir especial, único, O ESCOLHIDO. Apenas sonhos. Acorde. E veja q vc é importante, q vc não precisa de nada para se sentir importante, q vc apenas precisa buscar dentro de vc a verdade, a sua verdadeira verdade.

  4. Oi. Houve um dia há muito tempo atras um vidente a achou estranho a minha alma andar por cá e que se estou por cá que devo estar para servir um proposito especial. Disse que era de ja nao via alguem como eu ha muito anos. Disse que eu tinha capacidades como ela se quisesse.Achei ela maluca e não entendi nada. Mas a verdade é que leio as pessoas a sua energia me diz tudo sobre elas se são boas e se são falsas não me conseguem enganar. Será que sou indigo? Me identifiquei como a descrição acima. ..

  5. me definiu como pessoa, sou assim des de crianca, nasci assim.. e isso e muito dificil, principalmente nos sentimentos e na crise existencial, tudo muito intenso, e estou com dificuldade de compreender, e lidar com tais coisas!!

  6. Muito bom texto… Naquela época foi muito difícil para mim, me sentia um peixe fora d’água, minha família não me entendia (não entendem até hoje), era uma barra encontrar respostas e um caminho, pois me via totalmente sozinha e não havia material suficiente, somente a intuição (ainda muito destreinada).
    Hoje com 3 décadas de vida, vendo e sentindo todos os acontecimentos no mundo, tudo se encaixa, somos consciências interligadas em prol de um bem maior.
    Que nosso Pai Altíssimo ilumine todos os seres rumo à evolução moral!

  7. Obrigada por postar isso! Me idenfitico com quase tudo nesse post, mas infelizmente ainda estou na fase de depressão / não saber qual a minha vocação / porem sei que minha missão é ajudar o mundo, ajudar as pesoas…. é muito dificil para mim ter que me adaptar a empresas desonestas, sistemas hierarquicos dificeis e engessados, muito dificil …. meu maior desejo é poder usar meu potencial e contribuir para uma humanidade mais evoluida e de amor….

  8. A seara é longa. A jornada é árdua. Nossa missão é pura!
    Voltemos a nós mesmos a fim de encontrarmos a sabedoria e o discernimento necessários para o cumprimento de nossa missão, ajudando uns aos outros mutuamente como irmãos; agregando e auxiliando nos para a evolução nossa, do planeta e daqueles que compartilhamos a existência.
    Que a espiritualidade maior guie nossos passos. Ame, Servi e Confia!
    Fraterno Abraços e Feliz Sempre

  9. Que legal, me identifiquei com tudo, tenho certeza que sou Indigo. Nasci em 1983 e ainda vim com sangue O Rhnegativo( doador universal) tudo isso vem comprovar que tenho mesmo uma missão e graças a Deus estou no caminho certo…que bom saber….

  10. Sou a ovelha negra da família, e sempre fiz tudo ao contrário. Tda foi o diagnóstico. Não me medico mais. Apenas aprendi a seguir minha intuição e a confiar mais nos amigos espirituais. Agora sim, tudo flui na minha vida. Se sou? não sei. Mas nunca me encaixei aqui. Abraços.

  11. Sou um Índigo total, nasci em 1981, superdotado, aprendi a ler com 2.5 anos sem ninguém me ensinar, tenho memórias com essa idade, facilidade com novas tecnologias, desde de novo consigo realizar tarefas simultâneas. E não sei qual é o meu plano de vida, como devo proceder ?

  12. Acredito que todos têm certa predisposição (essência), que é reflexo não apenas da espiritualidade, mas também da herança biológica e das experiências sociais.
    Ou seja, algumas características nós manifestamos, outras não. Algumas são predispostas, outras não.
    Algumas pessoas evidenciam determinadas características e então classificam-nas como pertencentes a algo superior. É o que limita os seres humanos e estimula o ego. E isso me lembra bastante vários períodos desagradáveis na história da humanidade.
    Interessante mesmo é perceber-se ser humano, ser vivo, parte do todo… E assim, respeita-lo.

  13. Eu não sou indigo, embora me encaixe em todas as opções, faltando apenas a vontade de ajudar o mundo. Tenho um empatia muito forte, mas sou indiferente quanto ao monte de problemas que criamos com a nossa mente e emocional desequilibrados. Cada um colhe o que planta e jamais vou interferir no karma alheio, sequer no livre arbítrio. Se o criador não muda suas leis por ninguém….. quem sou eu!

  14. Sou indigo e desde muito nova que o sei! Ao longo dos meus 41 anos não tem sido fácil suportar a rotulagem que a sociedade nos foi dando, mas sei muito bem o que cá vim fazer 😉 Afinal de contas, vale bem a pena ❤ Gratidão ❤
    É apenas uma questão de aprendizagem continua, de balancear as emoções e energias… Transmutação contante… Mas também de muito "hard work" (com um empurranzito dos nossos guias / mestres / ou o que quiserem chamar 😉 )
    Bem hajas! Abraço

  15. De tantas dores ,tantas incertezas ,tantas buscas inconsequentes , tantas incompreensões ! Hoje cheguei ao destino , sou um Indigo . E o peso de ter que ser igual , foi absorvido por algo divino . Indigo hoje e sempre ,amém … Atenciosamente Jose Luis Rodrigues ( Indigo )

  16. Nossa… cheguei até aqui por indicação de um amigo que leu sobre esse assunto e chamou minha atenção. Estou numa fase de desenvolvimento muito intensa. Muito mesmo. E meus amigos estão acompanhando isso. Sensacional perceber que há uma razão para as coisas. Nem sempre sabemos, mas sentimos. O destino vai mostrando os caminhos para que as conexões sejam feitas.

  17. Então, fiquei sabendo sobre esse assunto com uma amiga… me identifiquei com tudo. Sinto a energia das pessoas, mesmo ao telefone. Aprendo as coisas muito rápido, mas nos estudos sou um fracasso. Não tenho paciencia em seguir ordens, tenho um certo poder de descarregar pessoas, vem energia ruim e sai energia boa…as vz é como se lesse os pensamentos dos outros, mas isso quando menos espero… por sentir e ouvir ou as vz até ver coisas que os outros normalmente não o fazem, eu sempre estou sozinha pq é difcil alguem acompanhar esse meu ritmo… quando tento falar algo nesse sentido ou abrir os olhos de alguem quando sinto uma certa aversão a alguem, não sou bem aceita e acabo sendo uma pessoa sozinha, saindo sozinha etc… Gosto de lugares claros como praia e parques, ando frequentemente de pés descalços pq dessa forma me reenergizo. Essa sou eu… rs

  18. Olá a todos, tudo que acabei de ler, tanto artigo como comentários, deixaram me muito comovida, até frases que li, parecem saídas da minha boca.
    É muito difícil viver aqui, neste mundo, lido com “quase ninguém ” que me entenda, preciso ajuda, basicamente apenas tenho meus 4 gatos, minha filha de 16 anos, nem falar com ela consigo.
    Obrigada por existirem… Paula

  19. Acho uma piada enorme, procuramos preencher a solidão que temos em nós lendo textos escritos por outros somente para nos identificarmos e encontrar os q vivem no mesmo dogma.
    Sou indigo, sou cristal, sei lá, vivo num corpo humano, frágil que sofre com vibrações de amor. Já vivi premonições, tenho a intuição que me faz atrair o que não quero quando estou com as minhas energias desequilibradas.
    Pergunto-vos o que fazemos nós por cá? Cada xs que nos levantamos aparece quem nos suga a energia e nos vira as costas como se fossemos tolos, sentiremo-nos nós sozinhos somente com o propósito de dar aos outros?

    Bahh desculpem o meu grito de revolta, por xs apetece-me render e libertar algo negativo mas a mha essencia n é mesmo essa :/

    11:11 Sincronia para todos. Que nos defendamos e libertemos uma energia melhor num mundo que gira no seu sentido contrário ao do homem oportunista.

  20. Olá, eu sinto que correspondo a todas as características mencionadas para ser considerado um índigo, e caso eu realmente seja, o que devo fazer específicamente ?

  21. Me encaixo em praticamente todas. As vezes acho que sou um et kkkkkkk. Gostaria muito de conversar com algum especialista no assunto. Alguém disponível que possa me passar o e-mail?

  22. Muito estranho eu me identificar com tudo isso. Passei por muitos momentos difíceis na minha infância e na minha adolescência que nem sei explicar. Tudo o que diz respeito a ser índigo eu me encaixo em todas as definições! Se sou não sei, mas fico com um pouco de medo de ter certeza.

  23. Achei interessante o assunto,eu quando criança tinha e tenho todas essas características, meus pais nunca me entenderam e era chamada de maluquinha sofri muito, passei por várias religiões para entender o que se passava comigo.

  24. Não tenho explicações para entender o porquê de estar sendo manipulada por ordens negras que tem me desgastando muito através dos anos. Estou em uma luta incansável para não deixar que utilizem a minha mente e corpo em proveito próprio. Sou uma pessoa desperta neste planeta. Visualizo certos planos e seres próximos ao planeta Terra e tenho absoluta certeza que todos estes comandos não partem dos seres que habitam o plano físico. Preciso de auxílio, pois não tenho conseguido com os seres que transitam entre os mundos. Conheço os meus auxiliadores no extrafísico. Convivo com diversos seres, mas infelizmente, devido à ignorância, ou covardia, muitas pessoas se recusam a me escutar e a compreender o que se tem passado comigo. Outras, aqui no plano físico, por não saberem ajudar desejam apenas uma boa sorte. Estou muito sufocada neste planeta, recebi e tenho recebido diversos tipos de ataques psíquicos, físicos e energéticos que se possa imaginar. Me sinto presa a uma ditadura onde a lei é do mais forte. Tenho sido alienada a força. Falo diretamente com os seres que estão no extrafísico há muitos anos, pois os visualizo, mas não recebo nenhum retorno. Não me sinto parte deste mundo e de nenhum outro, pois não tenho sido tratada com O MÍNIMO respeito e seriedade para que QUALQUER consciência possa sobreviver. Digo a eles que ninguém vive com a IMPOSIÇÃO dos outros. Ninguém pode sobreviver à base das NECESSIDADES dos outros. Pois estes seres apenas sugam a humanidade e as jogam em um jogo cruel e muito sujo, apenas por que querem, onde o ser humano e outras consciências não são NADA, e fiquem em um estado de total alienação e calamidade, se desviando dos seus planos iniciais que veio desenvolver no planeta. Estou nesse jogo há muito tempo e o que prevejo acontecer, se não houver mudanças, é a minha deterioração total NA FRENTE DE TODOS. Vejo que certos tipos de seres aqui encarnados detém de grande auxílio e apoio de seres de outras dimensões. Que é o que eu não vejo na PRÁTICA. Eu gostaria de saber o porque que estou sendo tratada com esta INJUSTIÇA. Por que não tenho segurança alguma.. O porque que não me retornam as informações que eu preciso, e porque tenho recebido INTENSAS vibrações contra a minha vontade para atender aos seus INTERESSES?

    Grata,

    Deixo o meu endereço de e-mail, para que entre em contato se quiser,

    Anahatajemima@yahoo.com.br

    Estou a disposição de qualquer um que entre em contato para esclarecer qualquer dúvida.

  25. tenho 36 anos já me senti preso no meu corpo físico percebia minha alma quando criança me interessava por ufologia e literatura espirita luzes de postes se apagavam quando eu passava chorava pela fome do mundo e a pobreza das cidades me afetava muito sempre soube perdoar nunca aceitei o rancor . me perdi nas drogas com 19 anos por nao saber lidar com tudo isso . hoje com 36 a vida me levou a narcóticos anônimos la encontrei deus e uma missão espiritual de me ajudar e ajudar adictos que ainda sofrem . por algum motivo tenho certeza que minha missão era estar dentro daquela sala encontrei la meu sentido de viver encontrei minha obra minha missão espiritual NADA É POR ACASO NADA É EM VÃO!!!!!

  26. Acho muito complicado essas teorias (que não desacredito, muito pelo contrário…) , elas mexem com o ego do ser humano ,todo mundo quer ser especial , ninguém quer ser “comum” , os filhos então… desde que ouço falar de crianças índigos ou cristais ,todas as mães que conheciam o assunto tinhas seus filhos como tal ,óbvio ,muitas dessas carateristas são extremamente comuns , muitos dos que se julgam índigos ainda tratam ou enxergam muitos “autistas” como doentes … Como o ser humano é egocêntrico e vaidoso , por isso é tão fácil de ser enganado , na verdade se deixam enganar . Os índigos estão por aí sim , e muitos estão rejeitando os rótulos e não adotando.

  27. Sou índigo. Tenho 56 anos e sempre fui diagnosticada como uma pessoa difícil e com problemas mentais e de adaptação, enfim uma criatura diferente de todos os membros da família. Ao fazer um curso de radiestesia com o falecido Prof. Renato Guedes, ele descobriu através do pêndulo de cone fictício que eu sou uma pessoa índigo. então ele começou a dizer as características e o que aconteceu com a maioria dos índigos de minha idade. Ele me descreveu toda e como me sinto no meio familiar…um peixe fora d´água. Se alguém desejar confirmar se é índigo ou não, procure um radiestesista ou tire uma foto Kirlian. Paz celestial a todas e todos.

  28. Ola, obrigada pelo texto e procuro pessoas que me ajudem a encontrar meu lugar no mundo. Não me encaixo em nada, meu lado espiritual e muito aflorado, não me prendo a nada, ja passei por todos esses processos. Depresão, medicação, enfim. Me vejo como um todo nesse planeta. Sei que não somos sós. Agora nos meus trinta e poucos depois de ter passado por bons bocados na vida sinto que estou pronta para algo que não sei o que é.

  29. Existe algum fundamento científico sobre o assunto em questão?O ser humano tem a tendência de mistificar o que não entente na sua plenitude!Gostaria de melhores esclarecimentos sobre Índigos!

  30. Me identifiquei muito com tais descrições, fui uma criança de pouca fala, muito séria, mas quando falava era para perguntar com o desejo imenso em ajudar e buscar mais entendimentos, nasci num lar humilde sou o primeiro de oito filhos. Tive muitas experiências como por exemplo dizer que alguém próximo da família estaria chegando e ou prever situações como o quando vi no sábado pela televisão na época a morte de Ayrton Senna eu tinha 14 ANOS em 1994 eu falei com minha mãe Doralice dos Santos Costa

  31. Estou em plena crise existencial… Nunca tinha ouvido a palavra Indigo, vi por acaso em uma musica que gosto, muito forte. Pesquisei e agora sei. É algo novo, mas ao mesmo tempo familiar.

  32. Evolução espiritual e transformação do mal para o bem.Muito sensível as coisas que tocam nossos corações e nossas vidas em simples gestos ou falta de justiça social.Isso me leva crer que tenho um pouco de índigo dentro de mim.Por um mundo melhor para nós, boas vibrações de paz, amor e luz para todos nós,amém.

  33. Sempre me achei diferente…tenho todas as características…já sofri muito com tudo isso quando era criança, mas descobri há vinte e três anos qual é a minha missão…hoje tenho 49 anos e sou feliz…

  34. Me achei.Desde de pequena fui diferente.Quando criança eu tinha premunições. Especificamente aos sete anos isso era mais frequente. A mais forte foi um dia que do nada fiquei com febre.Quando falei para minha mãe que meu primo havia caído de uma árvore e tava machucado e que seu colega estava correndo para buscar ajuda. Minha mãe achou que eu estava delirando e foi na farmácia comprar um remédio. Quando tava saindo do estabelecimento o menino chegou avisando sobre o ocorrido.

  35. Eu sou Índigo e consciente; veja meu relato:

    Vim a este planeta por vontade própria e por vontade própria deixei muito bem claro aos “organizadores” deste sistema planetário que eu não fico mais aqui. Confesso que tenho direitos legítimos.
    Não vou comentar quais são. Mas digo que são de direito adquiridos de uma magnitude e seriedade muito grande.
    Este planeta pra mim é um jogo, que eu jogo de um modo muito sério há muito tempo. Tudo o que eu sempre experiencio são projetos de minha própria escolha antes mesmo de eu encarnar aqui.
    Me vestir de dignidade e de direitos intrínsecos me fez ser para “eles”, os espíritos “superiores”, os “extraterrestres”, uma pessoa que deve ser ridicularizada.
    Cobro apoio das organizações que “cuidam” deste assunto em “dimensões superiores”. Eles nunca me responderam. Coloco a eles que tenho direitos e estes direitos devem ser respeitados, protegidos e garantidos por eles.
    Sou uma pessoa consciente e desperta neste mundo, que busca seus objetivos custe o que custar. Quando eu digo que sou desperta, eu não só trabalho para isso acontecer, como convivo com seres provindos de outras regiões do extrafísico.
    Para ser o que eu sou hoje eu trabalhei muito, esperei e não posso deixar de zelar pelo que me cabe.
    Pra vocês pode ser arrogância, ignorância, superioridade, falta de educação, excesso de estrelismo, mas ninguém sabe o que realmente acontece com cada um.
    Não trato estes “seres” como deuses, não acato suas ordens só porque eles querem..
    Eles existem, não são da minha confiança, oprimem a minha vida e evolução, além de possuírem nível superior de evolução de caráter duvidoso.
    Pra mim, este planeta é uma cela, sem direitos, onde eu estou pagando o que eu não devo a seres piores que eu.
    Eu trabalho com a liberdade, eu estou lutando por ela sem cessar há mais de 8 anos. Pode ver os meus posts neste site.. Um dos únicos que permitem que se fale a verdade sem refutar o que eu mesma estou dizendo..
    Os meus diálogos com os seres de outros mundo são ignorados, além de me tratarem com arrogância, intolerância, autoritarismo e desrespeito.

    Eu me pergunto: Até quando terei que suportar tudo isso?

    Até quando terei que me expor?

    Até quando estarei lúcida mas sendo tratada como uma retardada?

    Se você busca a mesma coisa entre em contato: anahatajemima@yahoo.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s