Estágios na transformação do EU INFERIOR (Livro – Transformando Sofrimento em Alegria – Sri Prem Baba)

Pergunta- Durante o retiro na semana passada, vi tão claramente e senti que realmente compreendi como o eu inferior opera. Agora voltei a um estado onde fica mais difícil identificar os falsos eus. A percepção que tive naquele dia me pareceu esmagadora, mas agora sinto falta da clareza que tive ao ver o meu verdadeiro trabalho interior. Como posso estabelecer a clareza permanente, para poder identificar e renunciar aos meus falsos eus?

Prem Baba – Este esquecimento é um fenômeno natural do processo de purificação. Você poderá se lembrar e se esquecer (ver ou deixar ver) muitas vezes ainda. Vamos fazer uma pequena revisão de alguns importantes pontos relativos à esfera do ABC da espiritualidade – o nome que dou para o processo de purificação e transformação interior.

Existem vários estágios da evolução da consciência. No primeiro estágio a entidade humana encontra com sua consciência objetiva adormecida. Nesse estado a entidade é dominada por impulsos inconscientes, tanto positivos como negativos – ala é simplesmente levada. Portanto, ela está a mercê do que tenho chamado de “eu inferior”, esse aspecto da personalidade que sabota a felicidade; um conjunto de mecanismos de defesas criado para proteger a entidade dos choques de dor, e que dão origem aos pactos de vingança e ao círculo vicioso do sadomasoquismo em todas as suas manifestações; Por exemplo: ao sentir ciúme, você é tomado por ele, ao sentir inveja, você é tomado por ela. E, estando tomado pelo ciúme, a consciência objetiva não está presente. Que é você? O ciúme, a inveja. Nesse momento você fica completamente identificado com aquela partícula de eu inferior. Estar identificado significa tornar-se aquela partícula- você é aquilo. Nesse estágio, muitas vezes a entidade sente raiva por ser assim, mas não consegue fazer nada a respeito. Ela se odeia, mas não consegue imaginar a possibilidade de ser diferente, porque essa possibilidade nem passa pela sua consciência.

No segundo estágio do desenvolvimento da consciência ( o primeiro estágio do processo de despertar), a entidade começa a perceber que não é o impulso que está passando por ela, e que o eu inferior não é sua realidade final. Ela é tomada pelo ciúme, mas sabe que vai passar. Ela sabe que o ciúme, o medo, a raiva, o orgulho são apenas visitantes que foram convidados por algum motivo, mas que logo vão embora. Nesse ponto, é possível criar um distanciamento, para poder observar seus eus trabalhando através de você. Então você vai evoluindo nesse estágio, a ponto de perceber que está tomado por eles, mas sabendo eu eles não são sua realidade final.

Você amadurece para o terceiro estágio da evolução da consciência, quando pode escolher dar passagem ou não para aquela manifestação do eu inferior. Por exemplo: você está tomado pelo eu do orgulho que quer ter sempre a última palavra; que está sempre defendendo seu ponto de vista e tentando provar que sua verdade é melhor que a do outro. Se você já identificou este aspecto do seu eu inferior, ao perceber que ele está começando a se manifestar, você escolhe fazer diferente. A escolha é a principal ferramenta utilizada no processo de redirecionamento dos vetores da vontade.

A sua questão diz respeito a esse estágio, no qual você faz uso da vontade para escolher agir de outra maneira. O que aconteceu foi que, ao escolher agir de outra maneira, as resistências do eu inferior vieram com toda a força, e você agora tem a impressão de ter perdido a compreensão que o ajudava a manter essa escolha. Mas, tenha calma; a clareza voltará assim que as defesas baixarem. Assim é – a vida se move como uma senóide; às vezes você está no topo da onda, às vezes está no vale. Quando estiver no vale, não brigue com você mesmo, apenas relaxe. Em pouco tempo você sobe novamente.

Essa fase é como uma batalha. Você está tentando resgatar seu trono, nesta batalha você precisa de firmeza, determinação, disciplina e ao mesmo tempo, muita gentileza para lidar com seu eu inferior. Também é preciso bom humor para lidar com ele. Se você caiu hoje, tudo bem, amanhã haverá outra chance, pratique isso e mais adiante poderá testemunhar a vida, assistindo a água correr.

O quarto estágio é a interação daquele impulso ou aspecto do eu inferior, o que significa a transmutação, a transformação desse eu. Você é iluminado pela luz da compreensão que traz a percepção da relação de causa e efeito, ou seja, você compreende de onde veio este impulso e porque ele veio. Nesse ponto, ocorre a liberação dos sentimentos negados que davam sustentação para tal impulso ou padrão destrutivo. Acontece uma alquimia: o orgulho se transforma em humildade, a luxúria em devoção, o medo em confiança… Essa é a essência do trabalho de purificação ao qual me refiro com frequência. Purificação é quando ocorre a integração dos aspectos do eu inferior.

Certa vez li uma metáfora descrita por um Lama Tibetano, que comparava o processo de evolução da consciência à seguinte situação: Você está caminhando numa calçada e cai num buraco. Ali você permanece por muito tempo, até que encontra uma forma de sair. Você não tem ideia de como caiu e nem por quê. Em outro dia, você está passando pela mesma calçada e cai no mesmo buraco – dessa vez, você começa a observar porque caiu nele, e já sabe como sair dele. Então na próxima vez, você caminha pela mesma calçada, cai no mesmo buraco, mas sai rapidamente. Até que, um dia, você está caminhando pela mesma calçada e para antes de cair no buraco.

Eu costumo dizer que o processo de purificação está completo somente quando você anda pelo outro lado da calçada, ou por outra rua. As palavras são muito pequenas para descrever a vida. Eu aqui estou tentando descrever um processo que está além das palavras. Compreenda que esses estágios da evolução se interpenetram. É possível que, em determinada área da vida ou em relação a algum aspecto do eu inferior, você esteja no quarto estágio, mas, em outros esteja no primeiro. E também é possível que, no mesmo aspecto, você se mova de um estágio para o outro. Eu estou apenas lhe oferecendo um mapa para você se localizar em sua jornada com mais facilidade.

Anúncios

2 comentários em “Estágios na transformação do EU INFERIOR (Livro – Transformando Sofrimento em Alegria – Sri Prem Baba)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s